NotíciasVoltar
F-Renault: recuperado, Franzoni garante volta às pistas

13/08/2012

F-Renault: recuperado, Franzoni garante volta às pistas

SÃO PAULO - Depois dos três dias de testes da semana passada no circuito finlandês de Botniaring, onde mostrou estar totalmente recuperado do sério acidente sofrido no início de junho em Spa-Francorchamps, o paulista Victor Franzoni confirmou que voltará a competir na Fórmula Renault Alps na etapa da Áustria no dia 2 de setembro. Franzoni, de apenas 16 anos, nada sentiu na perna direita, a parte mais afetada na batida seguida de capotagem na pista belga. "Está tudo bem. Não reclamei de dor alguma e estou pronto para recomeçar a temporada", disse o piloto da Koiranen Motorsport.

Franzoni estrelou um dos acidentes mais espetaculares de 2012. Logo no início da corrida da série européia da categoria, sob péssimas condições de visibilidade por causa da chuva e surpreendentemente sem a presença do carro de segurança à frente de mais de 30 carros em sua maioria conduzidos por pilotos inexperientes, Franzoni encontrou um adversário rodado à sua frente. Acertou-o a mais de 200 km/h e, com o impacto, capotou várias vezes até parar no guard-rail. Por sorte, escapou sem qualquer fratura ou ferimento mais preocupante. Mas as dores na perna direita que se seguiram o impediram de correr no mesmo circuito três semanas depois.

Além da satisfação pela recuperação plena, Franzoni ficou contente com os resultados dos trabalhos na Finlândia. "Esses testes foram muito produtivos. Como não havia limite de tempo, andamos bastante e evoluímos no acerto. A pista é muito boa para treinos", explicou Franzoni, cuja carreira é administrada pela Novac Sports, do ex-piloto Guto Negrão. Em 2011, ainda com 15 anos e estreando no automobilismo na Fórmula Futuro, ele se tornou o mais jovem vencedor de uma prova válida por campeonato brasileiro ao ganhar uma prova em Interlagos.

Embora não tenha mais qualquer chance em relação ao título, Franzoni sabe que o restante do calendário será importante. A partir de 2013, serão aceitos apenas três pilotos por equipe e a briga pelos melhores assentos na Fórmula Renault Alps será acirrada. "A Koiranen, por exemplo, tem sete pilotos neste campeonato. Por isso, minha meta nesta segunda metade do ano será terminar regularmente entre os cinco primeiros, para conseguir tendo a chance de continuar correndo por uma equipe de ponta", disse.

FONTE: MF2

Desenvolvido por Solo Propaganda Novac Novac